Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Trump quer impor tarifas sobre cerca de US$200 bi em produtos chineses, diz Bloomberg

    Placeholder - loading - news single img

    Publicada em  

    Atualizada em  

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, instruiu seus asssessores a seguirem em frente com as tarifas sobre cerca de 200 bilhões de dólares em produtos chineses, apesar das tentativas do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, de retomar as negociações com a China sobre a guerra comercial, informou a Bloomberg nesta sexta-feira.

    A Reuters não pôde verificar imediatamente o relatório, que teve um efeito imediato nos mercados financeiros. Isso levou as ações dos EUA a negociarem em queda, apoiadas pelo recuo do iuan chinês e ganhos no índice do dólar, além de pesar sobretudo sobre o índice S&P 500.

    O movimento vem exatamente uma semana depois que Trump levantou a possibilidade de impor tarifas sobre 200 bilhões de dólares em importações e também ameaçou impostos sobre mais 267 bilhões de dólares em produtos chineses. Trump já impôs tarifas sobre 50 bilhões de dólares em produtos importados da China.

    Os Estados Unidos importaram apenas 505 bilhões de dólares em produtos da China no ano passado. Mas as importações de 2018 da China até julho subiram quase 9 por cento em relação ao mesmo período de 2017, segundo dados do US Census Bureau.

    Escrito por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - Imagem da notícia ESPECIAL-O homem por trás da busca por curas milagrosas da Covid-19 no Brasil

    ESPECIAL-O homem por trás da busca por curas milagrosas da Covid-19 no Brasil

    Por Gabriel Stargardter

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro, falando no mês passado em um vídeo nas redes sociais, defendeu o mais recente de uma série de remédios não convencionais que, segundo ele, podem aliviar a pandemia de Covid-19 no país.Bolsonaro --um cético em relação às vacinas e defensor de tratamentos desacreditados contra a Covid-19 como a hidroxicloroquina-- disse na ocasião que este novo remédio, a Proxalutamida, ficaria em breve 'disponível para todo o Brasil'. Ele convidou uma autoridade pouco conhecida do Ministério da Saúde, o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos, Hélio Angotti, para falar mais sobre a promessa. Angotti, um oftalmologista sem experiência epidemiológica, citou um estudo nacional sobre a Proxalutamida que mostra uma queda de 92% no risco de mortalidade entre pacientes hospitalizados com Covid-19. Foi uma afirmação categórica para um momento em que há uma batalha ao redor do mundo para encontrar tratamentos efetivos contra o coronavírus. Ele disse que tentaria 'entregá-la à população brasileira o mais rápido possível'. No entanto, o estudo, cujo co-autor é um consultor contratado por Angotti, não foi revisado por outros cientistas e sequer foi publicado, além de uma apresentação superficial dos resultados divulgada pelos autores em uma entrevista coletiva em março. O remédio não tem aprovação regulatória e não está disponível para venda. Alexandre Cavalcanti, diretor do Instituto de Pesquisa Hcor, em São Paulo, expressou dúvidas em relação ao estudo e disse que a suposta efetividade citada por Angotti é inacreditavelmete alta e muito superior à de outros tratamentos contra a doença. 'Eu não acredito', disse Cavalcanti, que foi co-autor de um grande estudo, publicado ano passado no New England Journal of Medicine, que descobriu que a hidroxicloroquina é essencialmente inútil no combate à Covid-19. Para efeito de comparação, Cavalcanti citou um esteroide geralmente usado, a Dexametasona, que, segundo um teste clínico, reduz mortes em até um terço em pacientes com casos graves de Covid-19. A empresa de biotecnologia chinesa que fabrica a Proxalutamida, a Kintor Pharmaceutical Limited, viu suas ações dispararem ao divulgar o estudo brasileiro e relatar outros progressos. A aparição de Angotti ao lado de Bolsonaro foi o mais recente sinal de sua crescente influência em meio a uma pandemia que matou cerca de 430.000 brasileiros.

    20 min

    1. Home
    2. noticias
    3. trump quer impor tarifas …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.