Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Bolsonaro nega que tenha pedido ajuda a Biden para derrotar Lula na eleição

Placeholder - loading - Presidente Jair Bolsonaro participa da Cúpula das Américas em Los Angeles 10/06/2022 REUTERS/Lauren Justice
Presidente Jair Bolsonaro participa da Cúpula das Américas em Los Angeles 10/06/2022 REUTERS/Lauren Justice

Publicada em  

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro negou nesta segunda-feira que tenha pedido ajuda ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para vencer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de outubro durante reunião bilateral reservada que tiveram na semana passada.

'Não existe isso daí', disse ele, durante entrevista nesta manhã à Rádio CBN de Recife, ao ser perguntado sobre notícias que afirmavam que ele havia feito o pedido a Biden. Bolsonaro classificou a notícia como 'especulação' e disse ter tratado sobre vários assuntos com Biden, recusando-se a dar detalhes.

Segundo Bolsonaro, o que conversou com Biden na reunião reservada à margem da Cúpula das Américas 'não sai de mim'. A informação sobre o pedido de ajuda eleitoral foi publicada inicialmente pela Bloomberg.

O presidente disse que Biden falou que quer colaborar com a preservação da Amazônia e que o líder norte-americano fez um mea culpa, dizendo que os EUA destruíram suas florestas. Bolsonaro classificou disse que Biden teve uma 'posição equilibrada'.

ELEIÇÕES

Em novo ataque à cúpula do Poder Judiciário, Bolsonaro afirmou que querem dar 'um golpe' para tirá-lo do poder e disse que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, é 'petista' e 'lulista' e que deve favores ao ex-presidente, que lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição de outubro.

'Por que devo acreditar nele?', questionou, ao repetir uma série de acusações sem evidências sobre o sistema eleitoral. O próprio Bolsonaro disse em alguns momentos da entrevista que não tinha como provar as alegações que fazia.

Procurado, o TSE não respondeu de imediato ao pedido de comentário.

Fachin, que é relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, já rebateu anteriormente esses tipos de críticas de Bolsonaro. As decisões do ministro do STF que anularam as condenações de Lula foram todas confirmadas posteriormente por órgãos colegiados.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Remédios contra monkeypox, novo Conselho da Petrobras e mais desta sexta

Remédios contra monkeypox, novo Conselho da Petrobras e mais desta sexta

Confira um resumo das principais notícias do Brasil e do mundo!

Nacional

A Petrobras realiza nesta sexta-feira a Assembleia Geral de Acionistas para eleger um novo Conselho de Administração. O governo ficará com 6 das 11 cadeiras do colegiado. 2 dos indicados foram reprovados pelo Comitê de Elegibilidade por conflito de interesses.

Termina hoje o prazo para os candidatos selecionados no Fies do segundo semestre complementarem as informações da inscrição. O processo deve ser realizado no portal Acesso Único, do Ministério da Educação. As convocações da lista de espera devem começar na próxima segunda-feira.

A Anvisa liberou nesta sexta-feira a importação de medicamentos e vacinas contra a varíola dos macacos ainda sem registro no Brasil. A medida tem caráter excepcional e temporário. A autorização é válida para fórmulas aprovadas por determinadas autoridades internacionais e com boas práticas de fabricação.

Uma pesquisa da Fiocruz Minas mostrou que a vitamina B12 pode atenuar a infecção causada pela Covid. O estudo avaliou a capacidade da substância de regular o processo inflamatório desencadeado pelo vírus no organismo. Os pesquisadores compararam amostras de sangue de pessoas saudáveis e de pacientes hospitalizados com quadros graves e moderados da doença.

O Supremo Tribunal Federal formou maioria pela aplicação da nova Lei de Improbidade Administrada nos processos em que ainda cabe recurso. Com as mudanças feitas no ano passado, passou a ser exigida a comprovação de dolo, ou seja, a intenção do agente público de cometer a irregularidade. Pela decisão, a nova lei não pode ser aplicada em casos já encerrados.

2 H
  1. Home
  2. noticias
  3. bolsonaro nega que tenha …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.